Será que eu fui pra cama cedo demais?

Será que eu fui pra cama cedo demais? Fui pra cama com ele muito cedo?
Será que eu fui pra cama cedo demais? Fui pra cama muito cedo?

Uma pergunta muito comum – Será que eu fui pra cama demais? Estava conversando com minha amiga Rihanna (nome fictício) e ela me contou seu problema: “Saí cinco vezes com um cara e fui três vezes pra cama. Daí ele sumiu. E agora?”

A única coisa que a jovem Rihanna pode fazer é esquecer o imbecil – Até porque a Rihanna não é de se jogar fora. Mas o verdadeiro medo dela é ter perdido o cara porque foi pra cama cedo demais. E aí, quando é a hora certa? Que é que pode resposponder… Você.

A fórmula mágica da transa

É muito simples: subtraia sua idade da idade dele, divida pelo número de namorados que você já teve, arredonde pra cima e adicione três se você ainda mora com os pais = número de vezes que vocês precisam sair antes de ir pra cama.

Hmm, pensando bem, não tem fórmula mágica. Desculpa. Vamos tentar outro método.

O que os homens acham?

Eu e você sabemos que homem tem medo de mulher “fácil”. Que se você for pra cama “muito cedo”, ele vai perder o interesse. E que o uso excessivo de “aspas” é ridículo. Mas será que é assim mesmo?

Pra começar, existem dois tipos de homem. Tem uns que não ligam se você faz o que quer. E tem os homens das cavernas. Os primeiros são fáceis de lidar. Os segundos são mais comuns. Então vamos falar sobre eles.

Os homens das cavernas

Facilmente encontrado em toda superfície do planeta Terra, os homens das cavernas acham que as mulheres devem ser puras e exclusivas. Infelizmente não é muito fácil identificá-los.

Pra entender a lógica desses caras, pense que eles tratam você como um jogo de Playstation. Se for fácil demais, o cara joga um pouco e desencana. Se for difícil demais, ele arranja outro que proporcione mais diversão. Então você tem que achar a medida certa de dificuldade. Pera, pera. Eu disse “tem”? Erro meu. Você não “tem” que fazer nada pra agradá-lo. Você tem que fazer o que quiser. Não ligue para o que ele pensa. Não tem como você prendê-lo. E por quê?

A verdadeira divisão

Porque existem dois tipos de homem, mas não os que eu falei ali. Tem os caras que gostam de você e os caras que só querem transar com você.

De novo, os primeiros são fáceis de lidar: eles vão aceitar qualquer decisão que você tiver, seja transar no primeiro encontro ou esperar até o vigésimo. (Ok, muita espera pode começar a incomodar. Mas como ele gosta de você, ele vai conversar antes de sumir. A paixão moderniza os homens das cavernas. Não se preocupe com prazos.) Os segundos são mais comuns. Claro, é difícil alguém que realmente goste da gente. E não tem problema nenhum transar com ele, desde que você só queira isso.

Nesse caso, faça o que quiser e não ligue pra o que ele pensa. Não tem o tempo certo pra esperar: ele sempre vai sumir, cedo ou tarde. Azar dele, certo? O problema é se você gostar de um cara que só quer transar com você. Daí, menina, ferrou. Saiba que é muuuuuuuuuuuuuito difícil convencer o cara a gostar de você, por mais linda, inteligente, engraçada e boa de cama que você seja. É sua escolha transar com ele e se divertir (correndo o risco de se machucar) ou tirar ele da sua vida e achar quem goste.

Tá, então responde: quanto esperar?

Você está perguntando pra mim? Pera, deixa eu ligar o Caps Lock: VOCÊ QUE TEM QUE SABER. Pronto. Vamos esquecer de paixão e amor por uns minutos e fazer umas perguntinhas.

Você se sente confortável com o cara? Se a transa não for legal, você acha que ele vai continuar te tratando bem? Ou: se ele não te tratar bem depois, você vai ficar chateada? O seu problema não é a transa em si, é o depois. Pra ficar bem depois, só tem dois jeitos: ou você confia no cara ou você não liga pro cara. Preenchendo um desses dois requisitos, estando com vontade e se sentindo bem com você mesma, vá em frente e divirta-se, Rihanna.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here